13 de mar de 2015

Imposto de Renda 2015

Foto: reprodução.
O mês de março já está em andamento. Com isto, milhões de brasileiros precisam fazer a declaração anual do Imposto de Renda até 30 de abril de 2015. Como existem muitas dúvidas e informações desencontradas sobre o assunto, o blog Casa Itapety postará, semanalmente, orientações amplas e específicas dedicadas aos cidadãos de Mogi das Cruzes. Neste primeiro artigo, você confere as informações gerais do imposto do leão para pessoas físicas.

Quem deve declarar o imposto?
Conforme as informações publicadas pela Receita Federal, no Diário Oficial da União, é obrigatória a declaração do Imposto de Renda quem mora no Brasil e recebeu rendimentos tributáveis (como salário) de mais de R$ 26.816,55 ao longo de 2014.

Cidadãos que tiveram recebimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte (como indenizações trabalhistas) de valor acima de R$ 40 mil também são obrigados a declarar.
Por último, o imposto abrange as pessoas com ganhos provenientes de bens ou direitos (como imóveis e heranças), operações em Bolsa de Valores e iniciativas econômicas similares.

No quesito imobiliário, só são obrigadas a declarar o imposto as pessoas físicas que adquiram imóveis de valor acima de R$ 300,00.

Como realizar a declaração?
Com os recursos tecnológicos, o IRPF 2015 pode ser realizado por meio de um programa específico a ser baixado gratuitamente. Clique aqui para baixar o programa. Aos que possuem certificação digital, será possível o preenchimento direto do formulário online.

Além do computador, a declaração também é disponibilizada para dispositivos móveis (smartphones e tablets). Para esta opção, foi desenvolvido o aplicativo APP IRPF, disponível para os sistemas Android (Google Play) e iOS (Apple).

Vale informar que a Receita Federal não aceita mais as declarações salvas em disquete. Este formato só pode ser utilizado por quem for entregar a declaração após o prazo de encerramento.

Até quando pode ser entregue a declaração?
A Receita Federal receberá as declarações do IRPF 2015 até às 23h59min59seg do dia 30 de abril de 2015.

Qual o procedimento para quem não entregar o IRPF no prazo?
Neste caso, a pessoa precisa salvar a sua declaração com os rendimentos 2014 em uma mídia removível (como disquete ou pen drive) e se dirigir até uma unidade da Receita Federal. Lembramos que ao entregar o IRPF, após a data estabelecida, será gerada uma multa de 1% ao mês, tendo valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido.

Esperamos que estas orientações tenham ajudado a esclarecer dúvidas com relação ao Imposto de Renda e até a próxima semana!

Nenhum comentário: