13 de dez de 2013

Comece o ano longe das contas no vermelho



Nesta época do ano, aproveitando-se dos sentimentos de confraternização, renovação e paz, o comércio usa de todos os recursos para fisgar o consumidor, muitas vezes de maneira desrespeitosa ou agressiva. Em meio ao clima abusivo do varejo, é importante gastar de maneira planejada e moderada, procurando manter prioridade nas necessidades ligadas diretamente ao seu bem-estar e o de sua família (por exemplo, no financiamento do imóvel ou aluguel).



No caso das crianças, sempre empolgadíssimas com os presentes de Natal, procure estipular com elas um valor adequado antes da escolha do brinquedo ou item tão desejado. Além do aspecto financeiro, será uma forma dos pequenos entenderem o conceito de limite. 

Presentar cada integrante da família, mesmo com lembrancinhas mais econômicas, pode ser uma armadilha. Pois a conta final pode ir rapidamente além de suas receitas. Porém, se não abre mão de querer agradar a todos, opte por algo a ser apreciado de forma coletiva, como cestas natalinas, panetones e caixas de chocolate ou doces.




Em relação à aquisição de vestuários, se não for nada urgente, lembre-se das liquidações que devem começar logo no início de janeiro de 2014. Esta sugestão ajuda a desafogar os gastos de dezembro e a programar melhor suas saídas, especialmente nas compras a prazo. O mesmo pode ser aplicado nas trocas e aquisição de veículos.

Como muitos começarão o ano pagando impostos de imóveis e/ou carros, entre outros, vale um controle ainda maior das finanças. Porque melhor do que comemorar a chegada de 2014, será a satisfação de iniciá-lo sem dívidas ou sem a conta negativa, evitando ter de correr atrás do prejuízo nos próximos 365 dias do ano.

2 comentários:

Anônimo disse...

Para quem for viajar, cuidado com os preços abusivos que os comerciantes de pontos turísticos costumam impor com muita cara-de-pau.

Anônimo disse...

Pode colocar na conta o reajuste de mais de 5% do SEMAE, a partir de janeiro de 2014. E ainda pode ter o aumento do IPTU.